quinta-feira, 14 de outubro de 2010

Sonho de um talvez concreto.

Devo esperar por algo que sei, não existi?
Devo lutar por algo que sei, não vou vencer?
Devo proceseguir por um caminho que sei, não terá fim?
O que devo de certo fazer?

O medo tomou conta de mim
Tenho a solidão como companheira fiel
A escuridão como amiga mais intima

Familia, Hahaha
Familias nem sempre são o que deveriam ser
Minha familia não tem nome
não tem cor, raça, religião...

Amigos..
Em números são como as gotas d'chuva
Em sinceridade, como agulha no palheiro.

Talvez me sinta melancólica, triste, sozinha
talvez passe ou não
Talvez mude ou não
Talvez é o que me rege, o que me entendi, o que me ampara.


12 comentários:

Poeta do entardecer disse...

É um desabafo? É uma reflexão?
Ou simples devaneios de um poetar questionador?
Fases deveras conflitantes e a resposta logo ali ao dobrar a esquina de nossas incertezas.. Grande abraço!

Digho disse...

costumo dizer que as palavras juntas são a melhor companheira.Sucesso

♫ Angélica ♥ Kawai ♪ disse...

Todos nós vivemos esse dilema desgraçado! O desastre... ou alivio? Já vi que não sou a unica a sofrer desse mau.... Devo achar isso bom? ou ruim? Dilemas e mais dilemas, incertezas e conflitos...O coisa irritante... Mas no dia que eu tiver uma certeza, será o fim... Pois a vida nada mais é que um mar de duvidas e conflitos expostos em um grande tabuleiro de xadres esperando o Xeque-mate.

Juliane Bastos disse...

Adoreeeeeeeei *---*
parece coisa minha isso :/
acredito em tudo que tu escreveu ai.
está cada vez mais facil estar sozinho do que ter falsidade ou algo artifial ao nosso lado.

' Aℓℓɑɳ ɗɑѵiɗ disse...

Gostei do texto...
às vezes não sabemos o que fazer na vida...

PerpLife disse...

E é do talvez que afundamos mais e mais.
Talvez seja certo fazer algo, talvez seja certo não fazê-lo. Mas é certo ficar parado? Talvez.
Pensar e pensar e não chegar a resultado nenhum. Talvez essa seja uma definição para a solidão, talvez não.
Abraço
perplife.blogspot.com

Nicelle Almeida disse...

Olá, querida!
Adorei o poema.
Sim, acho que as vezes devemos arriscar e lutar pelo que queremos, mesmo isso sendo sinonimo de aventura por n saber onde vai dar.
Um beijão e me visita tb ;)
www.nicellealmeida.blogspot.com

Bruno disse...

A solidão pode ser uma boa companhia, miserável do homem que não a suporta. A vida é mesmo feita de talvez, sem fins nem começos.

' Aℓℓɑɳ ɗɑѵiɗ disse...

bom texto
parabéns

Leonardo Pradella dos Santos disse...

medo é bom... é um desafio...

Bom mesmo é rir da vida! disse...

Particularmente acho maravilhoso quando encontro uma pessoa insatisfeita, observei neste poema uma insatisfação com um mundo em particular, e é bom colocar no papel, ou melhor, na tela nossas insatisfações diárias, exprimir e desenvolver reflexões sobre o cotidiano e dividir com o outro, afinal, já que vivemos em sociedade melhor que seja de forma fraternal! Não vejo o texto como melancólico ou dramático, mas sim expressivo!

O grande desafio humano é resistir à sedução do repouso, pois nascemos para caminhar e nunca para nos satisfazer com as coisas como estão. Mário Sérgio Cortella.

Noite em Claro disse...

É um desabafo? É uma reflexão? [2]

Gostei do que li..

Ando fuçando muitos blogs na net pra divulgar o meu, e poucos tem conteúdo tão.. Como direi? Impactante, contraditório, e mesmo assim tão perfeitamente amarrado quanto o seu!

Seguindo..

Conheça o que escrevo também

www.ascronicasnoturnas.blogspot.com
www.ascronicasnoturnas.blogspot.com

Abraços!